Diário de Pesquisa, 1: uma introdução

Nesta nova série do blog, vou registrar o percurso do projeto de pesquisa mais ambicioso que já desenhei: o estudo global das teses e dissertações da área de História entre 1942 e 2000, que envolve, entre outras tarefas, a de catalogar e sistematizar a produção em um banco de dados único, padronizado e exaustivo. [1] Institucionalmente falando, o projeto ainda “não existe”, uma vez que, neste momento, ainda não é financiado por nenhuma agência de fomento. Apesar disso, o trabalho já começou há algum tempo, e não deve parar só pela falta de apoio financeiro e logístico.

Há 2 catálogos globais da área de História compilados e publicados: o primeiro, de Carlos Humberto Corrêa, foi publicado em 1987 pela Editora da UFSC, e compreende o período entre 1973 e 1985; o segundo, coordenado por Maria Helena Capelato, foi publicado em 3 volumes no ano de 1995 pela Xamã Editorial, e abrange o período entre 1985 e 1995. Até 1973, para os trabalhos produzidos sob o antigo regime de pós-graduação sob as cátedras na USP, contamos apenas com os levantamentos de Eurípedes Simões de Paula e Maria Regina da Cunha Rodrigues Simões de Paula, publicados, ambos, na Revista de História em 1971 e 1974, respectivamente. Ainda sobre o programa da USP, Laima Mesgravis produziu outro levantamento em 1983, publicado na Revista Brasileira de História. Há ainda um ou outro catálogo local publicado nas revistas da área, que, aos poucos, vamos compilando. Desde 95, no entanto, temos apenas aquilo que cada Programa catalogou de sua própria produção; alguns disponibilizam as listagens com mais ou menos informações em seus websites.

Nos anos 70, José Roberto do Amaral Lapa se debruçou sobre a produção da pós em História da USP entre 1943 e 1973, e teve acesso, também, aos projetos financiados pela Fapesp. Vinte anos depois, em 1992, temos A História no Brasil, de Carlos Fico e Ronald Polito, que fez a análise mais ampla de que temos registro no que se refere à historiografia brasileira contemporânea: a partir de um extenso levantamento de dados (teses e dissertações, periódicos, mercado editorial), Fico e Polito esboçaram uma importante avaliação sobre a área de História entre 1980 e 1989. Desde então, no entanto, não se tentou mais nada com o mesmo alcance.

Tendo em vista esse pano de fundo, vamos aos problemas: os catálogos de Corrêa e de Capelato estão incompletos, com algumas lacunas tornando inviável qualquer trabalho de análise ampla das teses e dissertações de História; nem todos os Programas de Pós disponibilizam suas listagens de maneira fácil e com informações mais completas (arrisco dizer que o da UFF é o melhor, seguido pela UFRGS); e boa parte dos balanços produzidos desde então é muito local, ficando restritos aos Programas em que os autores atuavam. A ideia do projeto é justamente formular um catálogo amplo, centralizado e padronizado, a partir do qual se possa fazer algumas análises sobre o nosso campo, superando as lacunas dos catálogos anteriores e compilando o máximo de informações úteis aos pesquisadores.

O professor Carlos Fico me respondeu, por e-mail, dizendo que já havia proposto algumas vezes essa tarefa para a Anpuh e, mais recentemente, ao Fórum de Coordenadores. Apesar dessas sugestões, no entanto, não me recordo de ver qualquer iniciativa nesse sentido desde o catálogo de Capelato, publicado em 1995 – 22 anos atrás. Alguns professores com os quais falei até agora demonstraram bastante interesse na ideia e me encorajaram o suficiente para que eu transformasse uma ambição meio sem forma em um projeto mais ou menos bem delimitado de pesquisa – e é esse projeto que gostaria de documentar no blogue.

Enfim, é isso – a “pedra fundamental”. Quem sabe eventualmente um financiamento aparece, mesmo nessa situação terrível que vivem as agências de fomento (principalmente CNPq e CAPES). Até lá, como bom pesquisador brasileiro, vou trabalhando “como dá”.


[1] Há a tese de cátedra de Alfredo Ellis Jr., de 1939, mas, ao menos por enquanto, o banco deve ignorar as teses de cátedra e de livre-docência, ficando esses materiais para uma segunda ou terceira fase do trabalho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s