Marcado: história da historiografia

História da historiografia e história da ciência

Postagem rápida com um pedido de esclarecimentos e sugestões. Há algum tempo percebo uma tendência mútua de desconhecimento ou de pouco interesse entre a história da historiografia e a história da ciência. Esta, aliás, há muito é considerada uma subdisciplina quase que independente da “história dos historiadores” – o que pode começar a explicar o parcial desconhecimento de muitos historiadores com relação a ela. Da parte da história da ciência, parece pesar que as ciências da natureza ocupam lá um lugar de destaque em relação às ciências humanas. É claro que essa observação geral é, como qualquer outra, vulnerável a várias exceções. Na verdade, adoraria que derrubassem essa minha impressão com evidências palpáveis de que o diálogo entre os historiadores da historiografia e os historiadores da ciência é, sim, vigoroso e pulsante. Indicações?

Em nota positiva, recentemente Tiago Santos Almeida organizou um volume com textos de Lorraine Daston, historiadora da ciência lotada no Max Planck Institute for the History of Science, na Alemanha. Com tradução de Derley Menezes Alves e Francine Iegelski, o volume é um passo adiante para cobrir esse vazio. Confira no site da editora LiberArs.

Anúncios

Práticas da História – revista de teoria, historiografia e usos da história

Divulgo aqui o lançamento do primeiro número de uma nova revista dedicada aos estudos sobre teoria da história, história da historiografia e usos da história: Práticas da História. Trata-se de revista portuguesa, apoiada pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, de iniciativa de António Rego e Joaquim Gafeira, e que aceita submissões em português, inglês, francês ou espanhol.

Link: Práticas da História – Journal on Theory, Historiography and Uses of the Past.

“Historians in the Archive: Changing Historiographical Practices in the Nineteenth Century” – novo número da History of the Human Sciences

Em seu número de Outubro de 2013, o periódico History of the Human Sciences traz um dossiê editado por Pieter Huistra, Herman Paul e Jo Tollebeek que pensa o papel dos arquivos na constituição de determinadas práticas historiográficas no século XIX – com estudos sobre casos na Europa e fora dela. Segundo os editores, os artigos tentam responder quatro perguntas específicas:

  1. Por que historiadores do século XIX crescentemente enfatizaram a importância da pesquisa de arquivos (Kasper Risbjerg Eskildsen)?
  2. Que tipo de desafios e obstáculos os historiadores encontraram quando tentaram basear seus conhecimentos [scholarship] em pesquisas de arquivo (Philipp Müller, Pieter Huistra)?
  3. Que tipo de aprovação e crítica a virada dos arquivos [archival turn] suscitou entre historiadores, especialmente em relação às demandas que [ela] fez sobre os traços característicos do historiador (Herman Paul)?
  4. Que tipo de apropriação, adaptação e/ou rejeição dos conhecimentos históricos baseados em arquivos na Europa pode ser observado em regiões não Europeias do mundo (Charles Jeurgens, Margaret Mehl) e em campos de pesquisa relacionados, como os estudos orientais (Henning Trüper)? (p. 5-6)

Trata-se, enfim, de um número bastante rico aos interessados na história da historiografia do século XIX.

Artigos: