Marcado: Metahistory

Novo número de “Rethinking History”, com dossiê sobre 40 anos de Metahistory

No Editorial do novo número de “Rethinking History”, Alun Munslow faz uma pergunta que me parece inquietante: “How does theorising on the nature of history, have any kind of impact on actual practice?” (p. 436) Com alguma “liberdade poética”, mas não muita, gostaria de traduzir a pergunta nos seguintes termos: Como a reflexão teórica sobre a natureza da história pode ter qualquer impacto sobre a prática efetiva da historiografia?

Gostaria de deixar aqui duas provocações: (1) em que medida determinados caminhos da reflexão teórica precisam, necessariamente, ser incorporados pela “historiografia efetiva”? (2) Como a teoria da história se posiciona tensionada entre seus papéis descritivo-analíticos e propositivo-normativo – em outras palavras, como podemos pensar as perguntas “como se escreveu a história?” e “como se deve escrever a história?”?

Sumário:

Fico aguardando a resenha desse número pelo amigo Marcus Telles em seu blog, Prefigurations.

Anúncios